quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Alma & Graça

Alma 4 de agosto


     No dia 18 de abril de 2010 - há mais de um ano! - recebia o "Sete Ramos", pela primeira vez, a honrosa visita de uma Alma Inquieta - a Amélia, do "Estados de Alma". Hoje, em homenagem à sua data natalícia, peço licença a minha amiga portuguesa para misturar os dois idiomas peninsulares que lhe são tão queridos, e cantar com alegria, num portunhol rústico, a amizade que lhe dedico. Ressaltando que o verso que abre esse canto foi roubado, à época, do grande Camões, para recebê-la, com a pompa e circunstância devidas, no meu humilde cantinho.
Alma minha, inquieta, que sorriste,
De Porto Cale en sonrisa ardente,
Trazendo brisas de estio caliente
Para aquecer el nuestro inverno triste,

Se de Castilla as armas não herdaste
Pois sob el signo de Leão nasceste,
A las dos Casas tu destino deste
Nas doces falas con que nos hablaste;

Y hoy, que el cumpleaños tu celebras,
Permite que este amigo do Ocidente
Te diga nesta fala misturada

Quão fortes son los hilos y las hebras
Desta amistad que mantém tanta gente
Unida aunque esté tan separada!

Feliz aniversário, Amélia!

Niterói, 4 de agosto de 2011
Rodolfo Barcellos


Graça 4 de agosto


     Pois não é que, na pressa de alcançar o fuso horário de Amélia este poeta confuso já ia passando direto pela festa da Graça? Mas ainda deu tempo de embrulhar mal e mal um presente para nossa amiga de Minas... ela é generosa e me perdoará o atropelo.

Desce hoje, em pouso alegre, um anjo à Terra
Celebrando mais um ano de alegria
Desta amiga que em sua alma encerra
Botões de madre, pérolas de harmonia;

Um anjo de prata, um coração de ouro,
Que em desafio às agruras desta vida,
Faz da amizade seu maior tesouro
E entre nós a derrama, sem medida;

E na data em que nós todos te abraçamos
Com o carinho que cresce na razão
Bem direta do quadrado da distância,

Ouve, querida, o canto que entoamos
Em tua honra, nesta celebração
Ao som de tanta pompa e circunstância!

Feliz aniversário, Graça!


Niterói, 4 de agosto de 2011
Rodolfo Barcellos

26 comentários:

  1. Cheguei antes da aniversariante... Está certo isso? Mas encontrei a porta aberta (como sempre) então não me fiz de rogada.

    Que delícia essa mistura, poeta.
    Mais um lindo poema brotado aí nessa sua mente
    especial e generosa, acalentando os amigos.

    Parabéns à Amélia, que lhe sejam lindos todos os dias.

    Beijos aos dois.

    ResponderExcluir
  2. Parece inesgotável essa fonte na qual sacio a sede, Rodolfo. Encanta-me a composição que vc faz: poesia e afeto - jorrando de ti!

    Agosto é um mês que exigirá desse Mago uma constante intimidade com a prática das homenagens, né?...rs
    Parabéns para Amélia, um beijo para ambos!

    * Não pense que não vi o entre aspas, obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  3. Então parabéns a ela, e que bela homenagem e presente também, abração Rodolfo :-)

    ResponderExcluir
  4. Me ajunto ao amigo no abraço à esta poetisa de alma inquieta.
    Bela homenagem!
    E aproveitando o portunhol:
    Feliz compleaños, Graça!
    Abraços, Barcellos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Amigo Rodolfo!

    Que posso dizer se fiquei emocionada pela beleza dos teus versos?!
    Muito Obrigada meu querido Amigo!

    Peço desculpa de não ter chegado antes, mas com o fuso horário... não deu!

    Obrigada de coração!

    Um beijo enorme daqui, deste cantinho à beira-mar plantado!

    Amélia.


    P.S. Leonel... a aniversariante sou eu :))))

    Obrigada a todos que aqui me deixam os parabéns!

    Um beijo com muito carinho.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, agora já sei para que ser o portunhol! Para homenagear com talento gente da Península Ibérica que fala português e espanhol. Bela homenagem Barcellos, parabéns. Abraços, JAIR.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia meu maracujá de gaveta(suas palavras)
    Muito linda e gratificante homenagiar pessoas que tem talento...e o seu talento eu homenageio todos os dias para vc ser feliz com essa amiga meia metade,rsrsrsrsrs
    bjs de um bom dia!

    ResponderExcluir
  8. Profusão de aniversários, tanto quanto sua sensibilidade carinhosa para as homenageadas.
    Felicidades diárias para Amélia e Graça.
    Prá vc, Bruxo, minha admiração constante e crescente.
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  9. Grande coração RR - VOCÊ!

    Sempre generoso e amigo. Linda homemnagem ára Amélia e Gracinha Lacerda.

    Bjs nas mãos da amiga Lu (um tanto distante - porém perto do coração).

    ResponderExcluir
  10. Meu amigo poeta, quem dera eu comemorasse uma data todos os dias, só para receber poemas teus.

    Um beijo,
    Débora.

    ResponderExcluir
  11. Querido rodolfo,

    parece que hoje foi o dia de todos os atrasos e de todos os atrasados...rs
    Estive viajando, e cheguei somente agora, à noitinha, quando vim olhar minha festa que deixei por conta de uma 'cicerone' irresponsável que deixou os convidados sem companhia!!
    A emoção que teu poema me causou foi de uma imensidade ímpar, desta vez, e está na resposta que coloquei para você, nos Botões.
    Creio eu que alguns não entenderam (culpa do atraso aí de cima...rs) que os aniversários são duplos, que suas homenagens são duplas...rs
    De qualquer forma, tudo está perfeito aqui!
    Vou visitar minha companheira de data, que há tempos não vejo, e nada como um dia como hoje para abraçá-la!!
    Obrigada por tudo, amigo!
    Deus seja contigo, sempre.

    ResponderExcluir
  12. Rodolfo..fico encantada com seu dom de poeta e de encantar!!

    Um bj

    Ma

    ResponderExcluir
  13. Barcelos linda homenagem!!
    Alma e Graça são adjetivos que traduzem mesmo Pompa e Circunstância.
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  14. Meu Anjo..
    Agora, neste momento,
    onde quer que esteja,
    sinta o coração tranqüilo,
    a alma leve, a mente junto da luz.
    Sinta neste momento, o ar que te rodeia,
    a vida que pulsa perfeita em você.
    Não se descuide nunca!!!!
    Dê sempre a você, o melhor...
    aceitando a transformação dos tempos,
    aprendendo que a cada dia,
    muito está reservado para a você.
    Então, seja feliz agora..
    Seus lindos Sonhos realizados.
    Um final de semana lindo e abençoado.
    Sua Amizade Para Mim é Tudo.
    Bjs,,Evanir,,

    ResponderExcluir
  15. HOMENAGENS SEMPRE VEM DE AMIGOS,SE TEM AMIGOS COMO É BOM VIVER ..

    SE O AMIGO É UM POETA ENTÃO NEM SE FALA...A VIDA FICA MAIS CHEIA DE FLORES ..
    GOSTO DE VER PESSOAS CULTIVANDO ESSAS LINDAS AMIZADES E VOCE SEMPRE FAZ ISSO

    PARABENS GRAÇA
    PARABENS AMÉLIA,
    PARABENS POETA BRUXO RODOLFO,

    BEIJOS AOS TRES

    OTILIA LINS

    ADOREI O CONCERTO...LINDO DE VIVER

    ResponderExcluir
  16. Barcellos, nos reinos da natureza temos classificações, espécies e hierarquias...nenhuma mais importante que a outra....cada uma no seu papel...mas penso que o reino animal tenha talvez capacidades, ou algo a mais que o diferencie, ou o coloque um degrau vital mais distinto do que os outros reinos.
    E quanto à alimentação humana amigo, ainda teremos que evoluir e muuuuito...tanto na qualidade, quanto na quantidade....nesse sentido posso até dizer que muitos não sabem nem a hora que estão com fome...kkkkk....nè?
    Beijos!!
    Carla

    ResponderExcluir
  17. Rodolfo.... Vc quase acertou o nome.
    Aquela Escultura segundo a Cibele Nakamura chama-se Embrião. A irmã dela, que ainda não nasceu.. mas vai nascer se chamará Introspecção.
    Vc será o padrinho.
    Mas demora um tempo esta gestação. Aquela peça demorou se eu não me engano 20 hs aulas.
    Vai demorar um pouco, pq estou atarefada, mas que a Introspecção vai nascer ..vai!
    OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS SEMPRE TÃO ORIGINAIS E CHEIO DE POESIA EM MEU BLOG.
    BJ
    Ma

    ResponderExcluir
  18. Olá. Vim aqui agradecer pessoalmente os cumprimentos deixados no blog da Ma (Arte em Cerâmica), ela sim, a artista maior.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  19. Querido Rodolfo

    Antes de mais nada, parabéns aos aniversariantes.
    Suas mensagens são cheias de ternura, característica desta sua alma especial, iluminada.
    Quanto a mim, respondendo ao seu comentário no meu blog, realmente sinto que a melancolia veio habitar temporariamente no meu peito, fazendo meu coração encolher-se tal qual as aves pequeninas sob os umbrais, nos dias de chuvas, tentando encontrar acolhida e proteção. Coisas da vida, amigo! Momentos que devemos atravessar com paciência, dando-nos o direito destas pequenas ilhas de tristeza...
    Agradeço sua atenção, seu cuidado, seu carinho, pois é isso que está mantendo minhas forças para seguir em frente.
    Beijo,

    Fátima Guerra.

    ResponderExcluir
  20. Parabéns!
    Sinfonia linda!
    Nostálgica.
    Adorei o Blog, virei sempre.

    Convido-lhe para visitar meu blog, comentar a série de contos "Ser Escritor", e se gostar, seguir.
    Sigo de volta, só da um toque.
    (paulobouvier.blogspot.com)

    Muito Obrigado.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia meu maracujá de gaveta!
    Passando para deixar meu beijo e dizer que vc me faz feliz quando me visita...húm !É verdade sim...não acreditas...volta lá...e verás...
    Bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  22. Barcelos eu espero o final viu??
    Há coisas que não se dizem por não haver palavras para elas. É lá onde hesita o verso do poeta, onde emudece a voz dos menestréis, onde a pena do escritor se afasta da página virgem. É na lágrima de uma criança, no sorriso de um ancião, no...........o que??????? hein?
    Vai ficar mais bonito do que já está.
    Então meu último boa noite hoje é para você. Pode ser?
    kkkkk
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  23. Parabéns as homenageadas!
    Parabéns ao homenageador que escreve tão lindamente!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Que homenagem linda!
    Feita com a alma, vê-se.
    Postagem toda ela em harmonia: sequer uma peninha fora de lugar. Nada que empane o brilho fortíssimo da circunstância, do lugar...
    Estou encantada!
    Muito embora com atraso, meus parabéns à Amélia à Graça e a você, Barcellos!
    Abraço da
    Zélia

    ResponderExcluir
  25. Por ter estado ausente de férias ( o meu blog confirma-o...) só hoje felicitei a Graça e fiquei maravilhada com o soneto com pinceladas camonianas e Rodolfianas, num casamento perfeito de duas línguas...Achei original! E porque a oliveira é o símbolo da paz, adorei o nome do teu Blog e...sem mais justificações...vou seguir-te!
    Parabens e beijos.
    Graça(Zambeziana)

    ResponderExcluir