quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Pra você...


PEQUENO POEMA DE NATAL
PARA UMA QUERIDA AMIGA

Num  momento esquecido no Tempo,
Num lugar já perdido no Espaço,
Uma Estrela perdeu-se a si mesma,
E sua Luz se perdeu.

Anos-luz de Espaços mais tarde
E milênios de Tempos mais longe,
Num aprisco no Tempo perdido,
Numa noite no Espaço esquecida,
Uma Luz que perdera seu astro
E uma Estrela carente de Luz
Por acaso se encontraram;

O Tempo achou seu lugar,
O instante achou seu Espaço,
A Estrela rebrilhou
E o milagre aconteceu:
Momento e lugar se encontraram,
Espaço e Tempo se uniram,
E o mundo de luz se encheu!


Niterói, 9 de Dezembro de 2010
Rodolfo Barcellos

FELIZ NATAL, LOIS!

6 comentários:

  1. lindo!
    E Lois merece!
    bjo e boa tarde.

    ResponderExcluir
  2. Ah Rodolfo, amado...ainda tem coragem de me dizer "poetisa"???? Um poema desses é de balançar a alma e chacoalhar o coração. Desejo, muito, que nossa Lois sinta essa energia amorosa!
    Beijuuss iluminados n.c.

    ResponderExcluir
  3. Bravíssimo, querido bruxo!
    Lois certamente deixará fluir lagriminhas de emoção, sensível do jeito que é.

    Beijos.
    Cuide-se!

    ResponderExcluir
  4. Um belo poema que deverá animar a nossa amiga a prosseguir neste nosso meio, cheio de gente tão talentosa!
    Fico até inibido de ver tantos talentos anônimos!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Querido Rodolfo

    emocionada....muito emocionada...fluindo lágrimas??não!! é uma verdadeira cachoeira...obrigada pelo carinho


    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  6. Barcellos...
    Céssa muié num aprumá agora com esse banho poético já num sei mái o que fazê... Boa Muléque..!!!

    Da-lhe bruxo... hehehe
    Abraço
    Tatto

    ResponderExcluir