segunda-feira, 19 de março de 2012

Equinócio

     Parabéns, artesão! Parabéns, marceneiro e carpinteiro! Parabéns aos pupilos de José, o pai de família por excelência, cuja celebração acontece hoje, dia 19!
*   *   *   *   *
     Às 02:14 deste dia 20 de março, horário brasileiro, o Sol se transfere com armas e bagagens para o hemisfério norte do planeta, deixando-nos o outono e levando a primavera a Portugal e seus vizinhos.
     É o dia do equinócio - o dia em que fadas e duendes festejam com os elfos e as flores. O dia em que luzes coloridas dançam em um certo lugar escondido na floresta da Tijuca. O dia em que a luz e a escuridão se distribuem com imparcial igualdade - doze horas de cada - entre todos os povos do mundo, e nos dois polos do planeta o sol passeia em círculo por todos os pontos do horizonte.
     Felizes dias de primavera para os povos acima do equador. E doces tempos de outono para nós e nossos vizinhos... pois tudo é motivo para poesia.
Imagem: Wikipedia
Eis que acontece o instante mágico no mundo
No qual o dia pela Terra se reparte
Em iguais horas com a noite, e destarte
Às raças todas distribui cada segundo.

É o equinócio, quando o eixo do planeta
Angula reto com a linha que o une
Ao mesmo Sol que acima do equador reúne
Seus raios verticais, brilhantes como seta.

Pudessem homens e mulheres sobre a Terra
Compartilhar tão irmãmente a riqueza
Assim como hoje partilhamos noite e dia;

Pois o equinócio é o exemplo que hoje encerra
O Astro-rei, em sua bruta natureza,
Doando a todos, por igual, sua magia.

Niterói, março de 2012
Rodolfo Barcellos

14 comentários:

  1. Bom dia meu maracujá de gaveta!!!
    abrindo seu blog hj senti boas lembranças...dia de S José...tradição na minha terra...hoje se planta milho para colher no S joão...
    bjsssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Verdadeiro Polímata,
    Conhecimentos astronômicos, geográficos e do imo das pessoas. Isso resulta em informações preciosas sobre o mecanismo cosmológico e toca na sensibilidade das gentes aqui na Terra. Não existe espaço algum na bloguesfera com essas características. Parabéns, JAIR.

    ResponderExcluir
  3. Ah meu amigo tudo é motivo para poesia e as tuas são imperdivéis,beijos para o poeta do meu coração!!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do título do blogue e adorei o poema sobre o equinócio da primavera...e, como o sol, fico também por aqui.
    Beijo
    Graça

    ResponderExcluir
  5. RR, teu blog é sem dúvida a morada do sol e dos astros quem em comunhão com as maravilhas da natureza acolhem UNI(versos) no infinito.

    Da parte humana concluo que tu és pilastra lírica, envolto em magia, brilho e sensibilidade (raros)em tempos atuais.

    Passar por aqui sempre acalenta meu coração, obrigada!

    meu afeto
    bacios caríssimo =)

    ResponderExcluir
  6. Amigo, desejo uma boa viagem ao nosso amigo Sol, e que ele aproveite bem as bandas do norte, nos deixando um pouco menos calorentos por aqui! Ufff!
    Além desta bela explicação, ainda tens fôlego para versejar sobre o tema,como um velho mago poeta de Stonehenge!
    Abraços, Barcellos!

    P.S.: Lindo comentário da Lu!

    ResponderExcluir
  7. Em Portugal se celebra hoje o dia do Pai.
    E a Primavera que entra esta madrugada é só no calendário. Infelizmente para nós ela chegou no inicio do ano, quente e seca a provocar mais fome do que aquela que a troika nos impôs.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. tudo é de facto motivo para a poesia quando no sangue corre pura sensibilidade.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Cadê a chuva do dia de São José, pra colher depois as sementes plantadas hoje? Minha mãe e minha tia se queixaram da falta de chuva. Vou dizer pra elas virem cobrar de explicações desses desencontros astrais, temporais, e tantos outros ais...

    Foi-se o dia do equinócio.
    Mas eu vim... Vim sim.

    Beijos, meu querido. Mil e um deles.

    ResponderExcluir
  10. Cheguei no outono...trazendo folhas secas que se desprendem dos galhos falidos de seiva vital, embora continuem lá, nus e prontos para a nova roupagem - sem pressa do agasalho novo verdejante que ganharão, certamente por o saberem e por cumprirem os ciclos naturais das estações - que assim seja na vida, o tempo de troca, renovação, embora pareça vazio de guarnição...

    Sejamos sóis na despedida dos dias, o ar fresco que sopra as folhas, a penumbra das noites e os amanheceres na relva molhada de dias repletos do tapete colorido das folhas que caem!

    Um beijo outonal, representando a gama indecifrável dos tons da vida que já tiveram as folhas mortas...mortas???

    ResponderExcluir
  11. Que seste outono seja mesmo doce, quanto teus versos.... e também aquele encontro mágico na floresta da Tijuca narrado em "O Outro Nome da Rosa" que foi marcado pelo equinócio. Ainda bem que vc nos lembrou amigo.
    Mandei um e-mail para você com um pedido especial. Veja lá.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
    quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
    nossos amigos(AS).
    Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
    hoje somos como irmãos .
    Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
    Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
    Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
    Carinhos meus.Evanir..

    ResponderExcluir
  13. A natureza não distingue as pessoas e desconhece diferenças. É sempre linda, seja dia ou noite. Agora, enquanto alguns se deliciam com o nascer das flores, nós nos encantamos com o amarelado das folhas, que caem, para se renovar.
    Você não precisa de renovação. Continua perfeito em seus versos e nas lindas trovas que nos deixa.

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  14. Meu querido maracuj[a de gaveta!
    Hoje venho vestida de blogueira para pedir e desejar felicidade prá vc,prá mim,prá nossos amigos que fazem esse mundo acontecer,virar,mexer,remexer o mundo do bloguista...
    FELIZ DIA DO BLOGUEIRO !!!!!!

    ResponderExcluir