quinta-feira, 21 de julho de 2011

O Sebinho e a Bailarina

O Pinheirinho, a Bailarina e o Sebinho (no detalhe, abaixo)

Um voo vertical, do galho mais baixo do Pinheirinho até
a Bailarina, carregando material de construção.
     Já faz alguns anos que o Sebinho - chamado também de Caga-sebo - adotou esta samambaia como residência. Quando chega o inverno, o bichinho trata de reconstruir ou reformar seu ninho; e na primavera, aparecem dois ou três filhotes.
     O simpático bichinho (acho que é um casal), que parece uma miniatura de bem-te-vi, deve ter outros apelidos por esses Brasis afora; é ao mesmo tempo confiado e arisco, e eu tive sorte em poder capturar essas imagens.

video


Samambaia, a Bailarina,
Que ao beijo da brisa inclina
O saiote, a rodopiar,

Hoje acolhe em seu vestido
Um hóspede que embevecido
Vai construindo seu lar.


Um Caga-sebo atrevido,
Um Bem-te-vi encolhido,
Um Sabiá no cantar.

E quando este inverno frio
Der lugar a novo estio
Os filhotes vão voar.

Dança, doce dançarina!
Dançar é a tua sina,
Não te canses de valsar.

Samambaia Bailarina,
Sou louco por ti, menina,
Contigo aprendi a amar,

Tal qual amas o Sebinho,
Esse ingênuo passarinho,
Que não se cansa de amá-la;

E que hoje tem seu ninho,
Feito com tanto carinho,
No teu vestido de gala.
Preparando-se para a subida

14 comentários:

  1. Ôpa, sinergia entre sebinho e samambaia também dá poesia quando o autor é inspirado! Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Privilegiado é o que és. Abençoados somos nós... por termos você como amigo e assim podermos ver essa mistura divina das artes: natureza e poesia!
    Beijuuss, Bruxo, n.a.

    ResponderExcluir
  3. QUE LINDO RODOLFO

    JA FALEI EM UM TEXTO SOBRE P BEM TE VI QUE IA LA EM CASA NO MT

    EU ALIMENTAVA ELE SEMPRE ...E ELE ME RETRIBUIA COM UM CANTO LINDO TODAS AS MANHÃS ..NATUREZA SABIA NATUREZA ..ADOREI LINDO DE VIVER..AGORA MESMO ESTOU AQUI NO 3 ANDAR DO PREDIO DA MINHA FILHA ESCUTANDO UM CANTAR AQUI NO FIO ....ACHO QUE CHAMANDO A COMPANHEIRA ...MAS CANTA E MUITO

    ADOREI AS IMAGENS


    ABRAÇOS

    OTILIA

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, não sei o que é mais lindo; as imagens, os feitos da natureza ou sua poesia. que maravilha!

    Adorei tudo; abração.

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, mas isso é uma FESTA DA NATUREZA, mixada com um POEMA de rimas *ricas até não poder mais...(amá-la/gala - sinceramente estouraram!!).
    Rodolfo - que de tudo tira poesia...obrigada pelo momento que nos proporcionas!
    Despertaste e aguçaste todos os nossos sentidos com essa maravilha, meu amigo. Sim, ouvir nitidamente o canto dessa coisa linda de pássaro(que até então eu não conhecia), sentir o vento na folha da samambaia, visualizar as cores e o voo (que graça!)do sebinho...e quase poder sentir o cheiro desse verde extasiante foi demais!
    Muito bom, poeta.
    Nossos sentidos agradecem.
    Abraços!

    *Estou saindo por uns dias (merecidas e santas férias!) breve tempo de repouso mental e físico...rs

    ResponderExcluir
  6. Amigo Barcellos......

    Nem num reparei tanto no cagá-bo...sebo... rss
    Arreparei maí no galo garnizé cantando ao fundo no videoclip... rsss

    MeRmo anssim... Deussssssskiajude os passálinhus
    Abraços
    Tatto

    ResponderExcluir
  7. Essa miniatura de bentevi costuma provocar a ira dos beija-flores com cauda de tesoura, pois se pendura nos bebedouros para beber água doce, já que não para no ar como beija-flor (e o Dadá)!
    Quando é apanhado "roubando", se esconde debaixo das folhagens dos vasos, enquanto o beija-flor fica pairando em volta, furioso!
    Mas, assim mesmo, o malandrinho mascarado mereceu a sua inspirada poesia!
    Abraços, Barcellos!

    ResponderExcluir
  8. Fantásticas imagens com certeza, minha família tinha um lote aqui perto que tinha muito verde gostava muito de ir lá, e as imagens e o texto me fizeram lembrar desse lugar legal, abração Rodolfo :-)

    ResponderExcluir
  9. Rsrs... Me encanta essa sua disposição às minúcias, a prestar atenção na poesia que existe no que ninguém para pra observar, enfim, coisa de poeta... Coisa de quem vê a vida com olhos doces e não deixa a beleza passar desapercebida nunquinha.

    Beijos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Que fofo,bom dia meu querido amigo,vim te deixar beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Que amor!! Inspirador!
    Agora é a minha vez:
    Nunca te falte amor,
    Nunca te falte alegria,
    Nunca te falte aconchego,
    Nunca te falte paz;
    Meu rapaz

    São minhas profecias que faço para ti.
    Beijos e bom dia!

    ResponderExcluir
  12. Aiiii mais que lindo anjo meu!
    Saudade daqui, saudade da tua poesia.
    Poesia natural de ser, poesia que pulsa em ti.
    Me desculpe a demora em vir por aqui.
    Vontade não me falta, mas minha net tem me torturado, entrar pelo celular tem sido melhor rsrsr como agora por exemplo rsrsr....

    Um beijo meu anjo poeta!
    E como diz Rêzina privilégio temos nós de termos vc como amigo, assim podemos participar de uma lindeza dessas..

    ResponderExcluir
  13. RR, MEUS SAIS!

    Que delicadeza a sua em nos presentear com tal assunto: Pássaros, plantas, sol e vida! E tudo isso vem com um ato gratuito da natureza. E como se não bastasse, você manda esse poema cintilante, musical e delirante.

    Obrigada por esse momento!
    um abraço e beijo nas mãos , meu querido amigo!

    Lu C.

    ResponderExcluir
  14. Como nos sentimos em plena nuvens quando admiramos esse quadro de natureza natural...
    Bjssssssssssssss

    ResponderExcluir