sábado, 6 de outubro de 2012

Trovas 161-170

     Mais trovas-comentários. A 163 é, na verdade, uma quadrinha em metro múltiplo - 9:10:11:10 - cujo fluxo é sustentado pelo ritmo da leitura. Estas são de maio. E até o blog do Xipan me inspirou uns "versejamentos"...
Imagem: Blog da Mellíss
170- Sissym, 14/5/12
Esta trova de improviso
Me brotou do coração;
Não nasceu do meu juízo,
Mas da minha intuição.

169- Xipan, 12/5/12
Pelos dois anin de brogue
Ocê merece essa trova;
Mas na breja que ocê prova
Óia lá... Num si afogue!

168- Ma, 12/5/12
Rosas que enfeitam um jarro
Pelas mãos da jardineira
Rosas que brotam do barro
Ao toque de Ma Ferreira!

167- Carla, 10/5/12
Cada instante é um passo
E a vida é uma dança
Que se dança no compasso
E no espaço da esperança.

166- Zilani, 10/5/12 (Dia das Mães)
Mães não se vão, na verdade;
Elas transformam-se, um dia,
De presença em saudade,
De ternura em poesia...

165- Isa, 10/5/12
Esse doce de pitanga
Já em seu poema avisa:
Não cabe tristeza ou zanga
Nas quintas-feiras da Isa...

164- Marcia, 10/5/12
Outono. Destino ou sorte,
Completa seu ciclo a flor;
Fruto ou vaso, vida ou morte,
Sempre é símbolo do amor.

163- Cecília, 7/5/12
Quem- és- tu,- que- tais- pa-la-vras- ou(sas),
Pro-fun-das,- con-tun-den-tes,- men-sa-gei(ras)?
És- poe-ti-sa.- E- em- ri-mas- sor-ra-tei(ras)
Tu-a- lou-cu-ra- na- ra-zão- re-pou(sas).

162- Isa, 7/5/12
Romantismo no trovão,
Se a poetisa encontrar,
Isso é mais uma razão
Para ela poetizar...

161- Carla, 7/5/12
Tuas asas te levaram
Por serem asas de gentes
Por céus muito diferentes
Dos que asas de anjo buscaram.

Niterói, outubro de 2012
Rodolfo Barcellos

9 comentários:

  1. Limerique

    O vate faz justa homenagem
    Escrevendo bonita imagem
    De seus acólitos
    Em nada insólitos
    Leva-os em lírica carruagem.

    ResponderExcluir
  2. Ahahahah eis meu nome aqui! E como gosto disso!

    Bom final de semana!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Boa noite meu maracujá de gaveta !!!!!!!
    E assim se vai conquistamos os amigos...
    bjsssssssssssssssssssssssssssssssss
    de dia de domingo !

    ResponderExcluir
  4. "Sonhei que era um trovador,
    mas vi que não tinha nenhum valor...
    das trovas que faço só falo de dor¨*
    deste amor que não curou...

    # eu me delicio aqui e lembro sempre das trovinhas da minha infância; agora, sem pudor eu só sei "da dor de amor..."Por quê cresci ? Hoje, saudosa; neste domingo não vou sair nem de barco nem de metrô vou por aí caminhando contra o vento e esquecer por um momento "dele...do meu amor*

    Beijo e domingo feliz pra ti.
    # senti falta de alguém* nas tuas trovas ...(?)

    ResponderExcluir
  5. Eu até tentaria uma trovinha para homenagear essas suas, sempre lindinhas e criativas, mas minha cabeça dói. Acho que ela se lembra do vinho barato que tomei ontem e se rebela. Malvada! Mas no próximo coment, me aguarde, virei trovadora.

    Rodolfo, me mande um email assim que puder. Te deixei recado no Face mas acho que você não leu. Só vai lá pra curtir a Denise, né? (nem tô com ciúmes)... É que eu estava removendo uns emails encostados e o seu foi junto por absoluto engano.

    Venha logo!!!

    Beijo...

    ResponderExcluir
  6. Trovas, trovinhas, trovão...faz,sempre, um barulho por aqui sua criação. Como dizem os portugas: bem haja!
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  7. Meu coração fica feliz quando você me visita
    Meu blog fica lindo com seu comentário
    Minha semana é bem mais feliz quando tenho noticias de você.
    Meu coração agradece quando você me carinha
    com suas doces palavras.
    Sua amizade é muito importante para mim,
    pois meu blog ilumina com sua presença.
    Uma semana na paz e na luz carinhosamente,Evanir.

    ResponderExcluir
  8. Você inicia suas postagens com esclarecimentos, mas confesso que nem me prendo a eles, por sequer entender que diferença poderiam trazer à beleza de suas trovas. São repletas de sensibilidade, de sua capacidade poética de captar a essência do que leu e fazer dela essas pérolas que guardamos com carinho. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  9. Querido Amigo, venho aqui beber carinho, adoro o modo como você nos dedica palavras a todos nós. As suas trovas são magnificas e as suas ações são exemplares.

    Um forte abraço, com muita gratidão.

    * proxima semana vou enviar-lhe o livro...

    ResponderExcluir