quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Para Denise

     Lembro-me dela exatamente como uma poesia. Ou uma borboleta. Ou uma mulher. Ou uma amiga. Ou seja, lembro-me dela exatamente como ela é.

Íris da Praia
FANTASIA
A lagarta, num momento de silêncio,
Descobriu-se borboleta.
Desdobrou maravilhada suas asas,
Secou-as ao sol quente da inspiração
E voou pelos jardins da poesia.
Estrofes por canteiros, versos por flores,
Rimas por néctar, métrica por pólen,
Inebriantes metáforas os odores,
Trovas, sonetos, indrisos, haikais,
Rosas, violetas, orquídeas, jasmins...
Pequenas flores silvestres, sem nome,
Versos soltos, estranhos perfumes.

Por vento os sentimentos mais profundos
Às vezes brisa leve, às vezes furacão,
Amor, desejo, ternura, paixão...
Por chuva as palavras indiscretas
Dizendo coisas secretas
Ou qualquer coisinha à-toa,
Buscando dar voz à mágoa,
Granizo, chuvisco, garoa,
Sereno, orvalho, pé d'água...

Por adubo os sonhos mortos
Ou amores já passados
E tantos caminhos tortos,
Projetos mal enterrados,
Tornando o solo fecundo,
Trazendo vida da morte
Conforme é a lei do mundo
E o livre arbítrio da sorte.

E enquanto houver luz do dia,
Voa! Voa, borboleta!
Voa, porque és poesia
Que só estará completa
Quando achares um poeta,
Seja ele crente ou ateu,
Mas que te ame, borboleta,
Que te ame... assim como eu.
*   *   *   *   *

POBRE CANTO MEU
Quisera eu cantar-te, minha amada,
Com a grandiloquência que merece
O fundo sentimento que me cresce
E jorra de minh'alma arrebatada.

Mas minha voz se cala e emudece
Só no pensar em teu vulto de fada,
Pois és a Poesia adorada
Que em rimas de amor em mim floresce.

Ah! como é pobre a lira deste errante
No extrair d'alma a tradução vibrante
Deste sentir que aumenta a cada dia!

Ó Musas! Dai-me o verbo altissonante!
Fazei do humilde verso um gigante
No qual eu cante a própria Poesia!
*   *   *   *   *

BARGANHA
Dou-te um milhão pelos teus pensamentos
E cedo por dez réis de mel coado
Este versejamento mal cuidado
Só por ficar contigo alguns momentos.

Por um olhar maroto e dourado
Dou-te cem beijos... não, dou-te duzentos;
E teus suspiros, que se vão aos ventos
Eu arremato num só lance ousado.

Dou-te mil versos por um só sorriso
Daqueles que te brotam sem aviso
Dos lábios orvalhados de luar;

E por um beijo teu eu ofereço
Aquilo a que ninguém pode por preço:
O mar do meu amor, o mor do meu amar.

     Feliz aniversário, Denise!

Niterói, outubro de 2012
Rodolfo Barcellos

PS: O dia da festa é 28 (mais um dia da Poesia); mas resolvi antecipar esta postagem para ter a chance de entregar-lhe o presente pessoalmente.

15 comentários:

  1. Eu tenho certeza que Denise vai adorar!
    Rodolfo, eu sou tão grata por ter encontrado voce, é uma amizade suave que me faz sorrir, faz bem.
    Voce é um amor de pessoa para todos nós.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Denise *
    Voa borboleta tão amada pelo moço... Musa!
    Que ele te ame como eu ...
    Ih! não a conheço mas quem sabe posso conhecer(?
    Legal! Eu nunca vou aparecer por aqui sendo homenageada como uma musa; é.
    Amei o poema "tudo!
    Uma belíssima tarde pra ti, Rodolfo.
    Tchauzinho.

    ResponderExcluir
  3. ♥-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-♥
    Boa tarde!!

    Visitar vc, deixar um abraço
    Fazer um elogio ao que postou
    E gostar do que vc faz é tudo de bom
    Um elogio a Denise, poema lindoooo
    Abraços com carinho
    Rita
    http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/
    ♥-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-♥

    ResponderExcluir
  4. Dois sonetos exuberantes e um poema flamejante!
    Que belíssimas inspirações num único post!
    Um presente sensacional! Parabéns à aniversariante Denise.
    Decerto terá recebido aqui um presente de raro valor.
    Estas paragens são idílicas por onde escorrem poesia de qualidade ímpar!
    Saúdo-o, Rodolfo Barcelos!
    Um grande abraço. Daniel.

    ResponderExcluir
  5. Sabe,ler estas palavras de carinho imenso,
    estes Poemas que falam ao coração,deixou-me
    feliz! Amo o Amor!
    Amo o carinho.
    Parabéns!
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  6. Escandalosamente lindo está tudo isso. A Denise, merecedora que é, vai se derramar inteira.

    É claro que eu vou querer saber desses pormenores todos dessa criação (sem rima no primeiro soneto, o que diferencia um tanto da tua prática e é prova da tua verve maravilhosa).

    Encantada, Rodolfo, encantada.

    A Denise eu beijo depois, assim de longe, mas de tão perto. Aproveite aí e arroche-a num abraço meu.

    Beijos, meus amores, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Embrenho-me nos teus versos
    Mestre e mago poeta Rodolfo
    E ouço os sons dos teus sentimentos
    A amizade cantar.
    Sim porque tua inspiração
    É música vinda do coração
    Transmitindo-nos estas rimas
    Cheias de emoção
    Que ao lermos soa-nos feito canção
    Cantando letras em poesia. Ou borboleta.
    Ou uma mulher. Ou uma amiga.
    Escrita em FANTASIA e EM POBRE CANTO MEU
    Dedicadas para Denise
    Por ti tão estimada e querida amiga
    Ao feliz aniversário te desejar!

    Deixo-te um abraço aquecido de amizade, carinho, admiração e agradecimento, por sempre me levar suas palavras enaltecendo minha poesia e dando-me incentivo e estimulo para continuar... As palavras do mestre inspiram-me a alma... Obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Amigo Rodolfo,

    É por momentos assim que a vida vale bem mais que dez réis de mel coado...e por um jardim assim todas as musas e borboletas e orquídeas não só passeariam, mas fariam morada...e todas as flores revenciariam o AMOR tão terno do POETA e o alimentariam e à sua amada com todos os néctares e perfumes...um jardim plantaste para tua amada e ela, criança feliz, nele deve estar a correr e sorrir, escondendo-se entre arbustos e folhagens, asas espertas e sorriso maroto.
    Parabéns ao POETA e à Denise... Poesia, borboleta, mulher, amiga.

    Bjsssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  9. Sinto-me privilegiada por ter alguém como o Rodolfo no meu círculo de amizades ( ainda que virtuais).
    Não só tem um dom magnífico em manusear as palavras, como é um Amigo daqueles que marcam uma vida inteira , mesmo quando distantes. Atencioso, delicado, sensível...enfim...um Senhor!
    beijinho

    ResponderExcluir
  10. Estou fazendo um trabalho de divulgação do meu mais novo blog, portanto hoje estarei te visitando e conhecendo teu espaço. Peço desculpas pelo comentário pronto, não é do meu feitio, faço apenas para facilitar a divulgação. Depois que você conhecer o meu espaço, voltarei para te ler com atenção e fazer comentários individualizados.
    O link do blog é: http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/ te aguardo lá, obrigada pela atenção, um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Lindo lindo e lindo! Dê deve ter derretido toda. Mas essa moça, lindona de viverrr, é merecedora de tamanha belezura...ah é!!! E vc Bruxo? Leio, releio e penso: sou uma mulher de sorte...nessa blogo gigantesca tenho um amigo, amado, poeta de ouro. Deixo beijuuss pros dois amaaados meus!

    ResponderExcluir
  12. RR, caríssimo, tua poesia é divisor de águas neste tempo em que sonhar versos nem sequer passa pela cabeça da maioria desse povo.

    HÁ VIDA POÉTICA NA INTERNET - AMÉM!

    bacios da Lu

    ResponderExcluir
  13. Sublimes versos, que levam diretamente ao coração um sentimento aplaudido por todos. Nossa, não há presente que cause maior alegria. Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Syssym, ADOREI, vc acertou!

    Mery, muito prazer, Rodolfo tem essa generosidade que extrapola nosso pensar...nunca imaginei ser musa...eis-me aqui!

    Obrigada Rita, abraço pra vc!

    Inspirações belíssimas, Daniel, pq cheias de afeto. Este Poeta é um presente que me presenteia em forma de versos...nem tenho mais o que dizer para agradecer...

    Tamanho carinho que precisaram de versos pra transportar tanto afeto...né Isa?

    Mi, amei estas rimas, estes versos, este afeto, este Poeta... escandalosamente!! Bjo enorme pra vc tb, moça querida!

    Que bonito, Regilene, tua inspiração foi transmissora de enorme carinho. Agradeço por nós dois, ok?

    Obrigada, Leninha, carinho nunca é demais, né? Rodolfo consegue, ainda, me surpreender!

    rê, amada nossa, teu carinho derramado chegou aqui e fez rima com tanto amor!!! Bjos nossos!

    Obrigada a todos, este presente foi muito, muito especial, e a presença dos amigos, do nosso Poeta e meus também, é motivo de imensa alegria.

    Faço-me portadora de um abraço meu e do Rodolfo - somos gratos, com imenso carinho!!

    ResponderExcluir
  15. OI RODOLFO!
    JÁ LI O ÚLTIMO POST E A RESPOSTA DA DENISE, QUE TEM TODO O DIREITO DE SE EMOCIONAR COM TÃO LINDA HOMENAGEM.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir